facebook

Siga no Twitter

Notícias

Pet Business: Viaje a São Paulo com seu pet

Pet Business: Viaje a São Paulo com seu pet

 

 

Seja a trabalho, a lazer ou para resolver qualquer outro assunto, venha a São Paulo acompanhado do seu pet. A cidade oferece diversas opções para quem quer ou precisa ir à selva de pedras.

Hotéis

Foto: Luiza Cervenka

Para conferir os hotéis pet friendly de São Paulo, fui com o Stitch visitar os principais. Não existe um melhor. Cada hotel sabe conquistar e agradar da sua forma. Tem para todos os estilos, bolsos e comportamentos de cachorro. Em todos os hotéis, fomos super bem tratados e ninguém reclamou de ter um cachorro junto. Muito pelo contrário, o Stitch era a atração.

Os hotéis que aceitam pets, costumam cobrar uma taxa, variável de R$ 50,00 por dia, até R$350,00 por estadia. Vale a pena saber o peso do seu animal para confirmar sua reserva sem sustos.

Tivoli-Mofarrej

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Próximo à avenida mais icônica da cidade, a Avenida Paulista, está o Tivoli-Mofarrej. A polícita do hotel permite cães em diversas áreas do hotel. Como boas vindas, o Stitch ganhou um kit com caminha, dois potinhos, biscoitinho e uma bolinha. No Tivoli-Mofarrej, os hóspedes podem frequentar a área fitness, o spa, a área da piscina e o bar Narã acompanhados do seu pet. Não é permitida a entrada nos restaurantes.

 

 

Foto: Luiza Cervenka

“Sabemos que os pets fazem parte da família e são sempre muito bem-vindos. Prezamos tanto pelo bem estar dos donos quanto pelo dos nossos hóspedes de quatro patas, recebendo-os com carinho não apenas no check-in mas antes dele. Assim que a reserva pet friendly é efetuada, a equipe providencia mimos, como caminha, kit de boas-vindas, brinquedos e potinhos para água e ração” comenta Cristian Bernardi, diretor de vendas e marketing do Tivoli São Paulo – Mofarrej

AccordHotels

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Se você e seu pet gostam de natureza, uma bela vista, e não querem se desgrudar em nenhum momento, o melhor hotel para vocês é o Pullman. Se eu fosse eleger o hotel favorito do Stitch, acho que seria esse. Como um bom cachorro chiclete, ele foi comigo à academia, piscina e até ao restaurante. Com uma área externa deliciosa nos dias de calor, o restaurante Taste It tem um menu fora de série.

Foto: Luiza Cervenka

Apesar do kit de boas vindas não ser tão farto como em outros hotéis, o Stitch adorou a caminha confortável, os potinhos e o bifinho. Mas o que mais chamou atenção foi a vista dos quartos. Você pode dormir e acordar olhando a avenida 23 de maio e o Obelisco do Ibirapuera. O Pullman conta com outra unidade, também pet friendly, na Vila Olímpia.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Diego Rivera

“A opção de hospedagem com pets reforça a assinatura do Grupo, Feel Welcome. Assim os donos podem viajar tranquilamente com seus companheiros, sabendo que eles ficarão juntos, tendo toda a estrutura necessária” esclarece Sébastien de Courtivron, gerente de área dos hotéis Pullman em São Paulo.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Quase todos os estabelecimentos da AccorHotels aceitam cães. Porém, as regras e valores mudam. Além do Pullman, fomos visitar o Ibis Style, ao lado da estação Tietê do metro, e o Ibis Budget da Avenida Paulista. São opções mais acessíveis, porém não permitem que o animal fique sozinho no quarto. Para fazer as refeições, o hóspede pode se acomodar no bar, ao lado de seu peludo.

Fasano

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

No Fasano, eu e o Stitch pudemos curtir o spa e o fitness center juntos. A reflexologia acalma todos os nervos, até o cão mais agitado. Nesse hotel, são permitidos cães até 7 kg apenas. Com atendimento primordial, o Stitch chegou ao quarto e encontrou a sua disposição caminha (com logo do hotel), dois potinhos, pote com biscoitos, pote com ração para cães de pequeno porte, brinquedinho, tapete higiênico e até saquinho cata-caca.

Tryp Jesuino Arruda

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

No coração do Itaim está o Tryp Jesuino Arruda. Foi o primeiro hotel da rede Meliá a ser pet friendly. Esperamos que seja exemplo e expanda para toda a marca. Com uma ótima localização, o hotel aceita dois pets por quarto, sem restrição de tamanho. O restaurante do hotel tem área externa que permite a permanência dos hóspedes de quatro patas. O fitness center também está liberado. Quem quer fazer uma esteira?!

“É muito mais fácil hospedar pets. Eles nunca deram problema. Como eu amo animais, quis implementar essa novidade” confessa Vinicius Corrêa, Gerente Geral do Tryp Jusuino Arruda.

Sheraton

Foto: Diego Rivera

Foto: Diego Rivera

Dentro do complexo WTC – Shopping D&D estão os hotéis Sheraton e Hilton. Ambos são pet friendly. No Sheraton, o Stitch foi recepcionado com duas (DUAS!) camas, petiscos, brinquedos, potes (enooormes), tapete higiênico e cata-caca. Mas o mais fofo de tudo foi o porta-retratos colocado ao lado da cama com a minha foto com ele. Tem como não se apaixonar?!

 

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Para os baladeiros de plantão, esse hotel é uma ótima pedida, pois já tem o Clube A nas dependências do hotel. Nem precisa pegar carro. Quem curte passear de bicicleta, pode alugar uma das bikes que ficam estacionadas na porta do hotel. Tem algumas com cestinha para levar o peludo. O único local que cães não são aceitos é no restaurante. Área da piscina e fitness estão liberados! E se você não tiver tempo para dar um passeio com ele, pode solicitar esse serviço com oconcierge.

Foto: Diego Rivera

Foto: Diego Rivera

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

“Percebemos que nossos hóspedes ficam mais felizes e relaxados com a presença do seu pet, por isso preparamos tudo para que a estadia de ambos seja a melhor possível. Já no momento da reserva, o hóspede pode fazer pedidos especiais para o seu animal de estimação, como, por exemplo, o serviço de passeio” diz Aline Passucci, gerente de Serviços do Sheraton São Paulo.

Hilton

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

O Hotel Hilton foi um dos primeiros a aceitar cães em São Paulo. Seu pioneirismo continua. Além de permitir cães até 35 kilos, o hotel tem parceria com o Planet Dog Resort. Para quem precisa se ausentar o dia inteiro e não quer deixar seu peludo sozinho, pode solicitar o serviço de carro executivo para levar o amigo de quatro patas para se divertir no resort para cães. O Stitch foi até lá e já quis mandar no pedaço (o escorregador é dele e ninguém tasca!).

 

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

As regalias não param por aí. O kit de boas vindas oferece brinquedo, caminha, potes de cerâmica e um cartão foférrimo com fotos do peludo. A vista é um desbunde: a ponte estaiada da Marginal Pinheiros. O mais legal é poder olhar a marginal parada e relaxar no quarto, sem estresse. Se você quiser malhar ou fazer um tratamento no spa, pode levar o pet junto. Só não são permitidos na área da piscina.

Unique

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

O Hotel Unique (que parece uma melancia/barco) oferece todo seu luxo e carinho aos hóspedes caninos de até 10 kilos. Esses sabem mimar como ninguém! Já acostumados a receber cães do mundo inteiro, a equipe está sempre a postos para qualquer necessidade do peludo. A cama super macia com logo do hotel, os potinhos de cerâmica, com água mineral, a bandana e a mega cesta de guloseimas faziam parte do kit “boas vindas e não queira mais ir embora”.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

O pet só é permitido no lobby do hotel. Porém, você pode se divertir a valer nas piscinas, tobogã e delicioso restaurante, sem preocupações. O hotel oferece serviço de passeio com o cãozinho.

Se você acha que para por aí, está muito enganado. Há uma versão “de campo” do hotel, chamado Unique Garden & Spa. Nesse, são aceitos pets de todos os tamanhos. Mas se você não tem pet ou não pode levar o seu, eles têm cães para adoção que são emprestados para passear e brincar com os hóspedes.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Opções não faltam para se divertir com o peludo! São trilhas, gramados enormes e até uma área cercada, com piscina, desenvolvida especificamente para eles. O Dog Play é imenso (assim como tudo na propriedade) e permite que os cães brinquem e gastem toda a energia. O Stitch ficou de língua para fora (não precisa muito) só de andar e reconhecer a área. Depois disso, só quis andar de carrinho de golf.

Olha o que o Kadu Dantas falou sobre a estadia dele e da Chloé: “Minha experiência com a Chloé no Unique Garden foi, de fato, algo surpreendente. O carinho e atenção que toda a equipe possui com os pets é muito especial. Além de possuir um espaço exclusivo para os cães, eles ainda podem andar por diversos outros espaços do hotel. A Chloé fez a festa com tantas áreas para correr e brincar”.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Ao chegar no chalé, o Stitch ganhou um cartão personalizado de boas vindas, junto com a caminha, potinhos, cata-caca e brinquedinhos. Na hora do almoço, o chef super atencioso veio até a mesa e perguntou o que ele gostava de comer. Resultado: um prato lindíssimo e saudável, que foi devorado em segundos.

“O Unique Garden Hotel & Spa respeita a relação de afeto que o hóspede tem com o seu bichinho de estimação. Como nós mimamos o hóspede e também gostamos de animais, a soma deu muito certo. O pet é tratado com carinho, recebeamenities, brinquedo e uma caminha bem macia para dormir com seu dono no chalé” conta Tatiana Siaulys, proprietária do Unique Garden & Spa.

Empresas Pet Friendly

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Se o motivo da sua ida a São Paulo for trabalho, saiba que há empresas que permitem cães nas suas dependências. Se seu destino for a Google, a 99Jobs ou outra companhia com sede própria, o peludo poderá lhe acompanhar.

Google

Foto: Google

Foto: Google

O David Neto é analista de suporte na Google há três anos. Carioca da gema, chegou a São Paulo e se sentiu sozinho. Como sabia do posicionamento pet friendly da empresa, decidiu adotar a Soja. “Hoje eu chego no trabalho e as pessoas dão bom-dia primeiro para ela e depois para mim. Vamos até o trabalho a pé ou de bicicleta. Assim, ela já faz o passeio diário. Quando eu não levo a Soja para trabalhar, todos sentem sua falta. Ela já tem uma gaveta com as coisas dela na minha baia” alegra-se David.

99Jobs

O Stitch, nada bobo, quis provar se realmente pode entrar cachorro. Então, fomos a uma reunião na 99Jobs. Por ser em uma casa e apostar no estilo mais descontraído de trabalho, a startup adora quando peludos invadem as salas. “Não temos regras rígidas, contamos com o bom senso das pessoas. Todos adoram cães por aqui e nunca tivemos problemas com isso. Se um dia tiver algum, pensaremos em regras” pontua Andressa Schneider.

Mas não são todas as empresas que tem essa facilidade. Mesmo no ramo pet, muitas marcas estão sediadas em prédios comerciais, que não permitem cães.

Bayer

Foto: Bayer

Foto: Bayer

Em comemoração ao dia internacional dos animais (04/10), a Bayer promoveu um Pet Day. O objetivo foi conscientizar funcionários e o público em geral sobre a importância do bem-estar animal. Somente neste dia os colaboradores puderam levar seus cães para o escritório e participaram de atividades ao lado do amigo de quatro patas. A escolha ocorreu a partir de um concurso cultural organizado pela própria empresa.

Foto: Bayer

Foto: Bayer

A Karin Gasparian, secretária da Bayer, levou sua Rhodesian Ridgeback de 9 anos, chamada Dhuma. “Para a Dhuma foi maravilhoso e ela ficou super tranquila, porém para chegar até aqui teve toda uma preparação: fiz a malinha dela com biscoitinhos, toalha e pote de água e ontem ela tomou banho para ficar bem arrumadinha para conhecer todo mundo. Eu achei incrível. Nunca conheci ou trabalhei em uma empresa que tenha dado esta oportunidade. Mandei uma foto para um grupo de família e eles nem acreditavam que ela estava aqui ao meu lado” relembra Karin.

MSD – Saúde Animal

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

A MSD, também do ramo de saúde animal, tentava desde fevereiro a permissão do condomínio Rochaverá para que seus funcionários pudessem levar seus animais. Uma tarefa árdua, mas que obteve sucesso. Na última terça-feira (27/10), houve o primeiro dia pet. Foram permitidos três cãezinhos sociáveis. Quem foi um dos convidados? Quem? Quem? O Stitch orelhudo!

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Ainda são muitas as restrições. Por isso, tivemos que chegar pela área de cargas e utilizar somente os elevadores de serviço. Mas toda dificuldade foi esquecida quando chegamos ao escritório e encontramos o Tuco e a Sofie. Esse dia ficará marcado na história da empresa, pois todos os funcionários estavam rindo e se divertindo com cães correndo entre as baias. Com petiscos na mão, os funcionários ganharam o coração (e o estômago) dos três pestinhas.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

“Nossa missão é contribuir para que os animais de companhia vivam mais e melhor, tornando a relação entre os pets e seus proprietários mais saudável e duradoura. Por isso, é fundamental conhecê-los e tê-los perto de nós. Então, por que não trazê-los para dentro da empresa? O convívio com os animais de estimação no ambiente de trabalho promove muitos benefícios. Nossa intenção é que este projeto seja aprovado e aconteça com frequência, porém, como acontece em muitas empresas, temos que seguir as normas estabelecidas pelo condomínio” finaliza Ahmed Addali, Gerente de Marketing da Unidade Pet da MSD Saúde Animal e pai da Sofie.

Agora não tem mais desculpa! São Paulo está de patas abertas para receber você e seu peludo, seja qual for o motivo da visita.

 

Fonte: Jornal Estado de São Paulo

 

  • Fofuxosdog

Newsletter

Instagram